Tecnologia do Blogger.

12 de janeiro de 2015

RESENHA: Lugar Nenhum – Neil Gaiman



Lugar Nenhum por Neil Gaiman
  • Editora: Conrad
  • ISBN: 9788576164081
  • Ano: 2010 || Lançamento: 1996
  • Páginas: 334
  • Gênero: Fantasia,
  • Onde comprar:


Não é à toa que Neil Gaiman é um dos meus autores favoritos, suas ideias são sempre geniais! Em seu primeiro romance solo, Lugar Nenhum, existe uma outra Londres – a Londres de Baixo – firmada entre canais de esgoto e estações de metrô numa espécie de labirinto excêntrico e povoada por todos os tipos de criaturas: desde monstros, assassinos, párias e decaídos à reis, nobres e monges. É lá que Richard Mayhew– um jovem escocês que leva uma vida normal em Londres com bom emprego e está noivo da mulher ideal mesmo que um tanto assustadora, – vai parar. 

Tudo deu início em um encontro inusitado com uma garota ferida num beco misteriosos na Londres de Cima. Ao escolher socorrê-la levando-a ao seu apartamento, Richard toma (sem saber) um caminho sem volta. 

A garota no beco se chama Door (de 'porta' em inglês) ela estava fugindo de dois assassinos, o senhor Croup e o senhor Vandemar, e usou o resto de sua energia ao abrir uma porta para a Londres de Cima. Agora ela precisa da ajuda de Richard mais uma vez para que ele encontre o Marquês de Carabas (um sujeito arrogante não muito confiável, mas que é a melhor escolha para ajudá-la a vingar a morte de sua família) e leva-lo até ela. Quando os dois visitantes enfim "desaparecem", Richard não demora a perceber que é como se ele não existisse mais (não nessa Londres). É como se estivesse em uma realidade alternativa, as pessoas não o vêem a menos que ele fale com elas e mesmo assim é esquecido quase que de imediato. Agora sem emprego ou noiva e até mesmo o seu apartamento está sendo alugado, Richard vai a procura de Door nesse mundo tão estranho e assustador que é a Londres de Baixo.

Como numa especie de "Alice in Wonderland com uma virada punk", Gaiman nos leva a refletir sobre o que é o medo afinal. Sabe aquele tipo de fantasia narrada de forma tão agradável que adquire um tom quase infantil? Lugar Nenhum é assim. Sutil e profundo, e quando você menos espera já está completamente envolvido em suas esquisitices que só poderiam sair da mente multifacetada do Neil Gaiman.

Richard é sobretudo um personagem com muitos medos e que precisa supera-los: "– Agora não tenho mais noiva, casa ou emprego, fico andando a esmo a uns sessenta metros abaixo das ruas de Londres e minha expectativa de vida é tão longa quanto a de uma drosófila suicida."

A narração é feita em terceira pessoa onde acompanhamos mais de um personagem conhecendo assim outros lados da história.

Porém, os mais interessantes são os personagens secundários como a Hunter e o Marquês de Carabas que foi quem mais me surpreendeu e encantou acima de tudo. Também gostei dos vilões Croup e Vandemar (não no sentido de torcer por eles, mas na maneira como foram retratados: repugnantes e ainda assim engraçados). 

É muito fácil visualizar todos os traços de cada personagem (tanto físicos e psicológicos) assim como se ver diante desse outro mundo, de visitar o Mercado Flutuante onde se vendia todo tipo de Mercadoria: "– Sonhos fresquinhos, maravilhosos! Pesadelos de primeira classe!" "– Lixos! (...) – Porcaria! Nojeiras! Sobras! Dejetos! Podem vir que aqui tem! Nada inteiro, tudo com defeito!"

Gaiman tem dessas coisas mesmo, nos sugar para dentro de suas histórias, de seu mundo imaginário e ainda nos fazer acreditar em tudo nele. 


.:: RECOMENDO ::.
Minha Avaliação: ✪✪✪✪✪ -> Excelente! 



4 comentários:

  1. Oi, Celsina!

    Não conhecia seu blog, mas adorei! É um espaço adoravel.
    Sobre Neil Gaiman, só li um livro dele e não é exatamente dele. Foi o discurso "Faça Boa Arte", o qual eu achei admirável. Comprei "O oceno no fim do mundo" e estou esperando chegar.

    Já tinha ouvido falar de "Lugar Nenhum" e pela sua resenha parece ser mais uma boa obra do Neil. Coloquei na minha lista!

    Abraços <3
    http://meuproximoerro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Danni!
      Acho que você irá amar 'O Oceno no Fim do Caminho', foi uma das minhas melhores leituras dele
      ( http://www.umajanelasecreta.com/2013/11/resenha-o-oceano-no-fim-do-caminho-neil.html )

      Lugar Nenhum também é muito bom. Uma leitura tão fluida que quando você mal se dá conta já chegou ao fim. :)

      Excluir
  2. Oi, Cel!
    Que saudades de ler as suas resenhas!
    Fiquei super curiosa com este enredo.
    Já anotei na minha listinha (que vai ficando gigantesca) de leitura.

    Beijos!
    http://fabi-expressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha... Que ótimo que tenha gostado da dica, tenho certeza de que irá adorar Lugar Nenhum.
      Que saudade de ver você por aqui também ^.^

      Beijinhos!

      Excluir