Tecnologia do Blogger.

2 de dezembro de 2014

RESENHA: Sempre Teremos o Verão – Jenny Han


Sempre Teremos o verão (Trilogia Verão #3) por Jenny Han
  • Editora: Galera
  • ISBN: 9788501094940
  • Ano: 2014
  • Páginas: 319
  • Gênero: Romance, YA
  • Onde comprar:


Fechei a trilogia com um aperto no coração (tenho dessas coisas quando termino uma série). Em O Verão que Mudou Minha Vida e Sem Você não é Verão acompanhamos a história de Belly, uma garota apaixonada pelo verão, e dos irmãos Fisher, os dois amores de sua vida.

Belly sempre foi apaixonada por Conrad, mas ele já teve sua chance e a jogou fora. Após terminarem Belly acaba ficando com Jeremiah e um sentimento forte cresce entre eles. Agora, no desfecho da trilogia iremos finalmente descobrir o rumo que cada personagem irá tomar e qual dos Fisher, Belly, que sempre teve seu coração dividido, escolherá.


Sempre nutri esperanças pelo Jeremiah, ele é o mais legal, mais espirituoso e se tornou meu favorito no segundo livro. Agora que ele e Belly estão juntos, apaixonados e inseparáveis, parece que algo não está certo. O namoro deles estava as mil maravilhas até Belly descobrir por acidente algo que Jere fez, o que abala o relacionamento dos dois (e arrasa de vez meu coração). Então Jere faz o desesperado e inconsequente pedido de casamento. E Belly aceita.

Eles vão se casar! Mesmo contra o apoio de toda a família. "Sempre Teremos o Verão" traz uma carga emocional muitíssimo maior que a do segundo livro. As amizades e o apoio que elas proporcionam são fundamentais, varias vezes me peguei desejando ter uma Taylor como amiga. O livro é narrado pela Belly com direito a alguns capítulos do Conrad (o que finalmente me fez compreendê-lo). Todos os personagens amadureceram e o livro ganha um tom mais real, com mais seriedade. Brigada com a mãe, Belly se muda para a casa de veraneio e decide ficar lá até o grande dia ajeitando todos os detalhes, mas Conrad também está lá, e os velhos sentimentos por ele voltam com tudo. Mais uma vez ela está na casa de praia, dividida entre os dois únicos meninos que já amou. 

"Bastou um olhar, um toque, para me deixar trêmula. 
Isso era loucura. Eu ia me casar com o irmão dele."


Agora seus sentimentos são colocados à prova. Ignorar o forte sentimento que tem por Conrad ou desistir do casamento e de sua felicidade ao lado de Jeremiah? Confesso que é uma decisão difícil mesmo já tendo feito a minha escolha desde o início do livro. Não tenho palavras para explicar a agonia que senti ao tempo em que o livro se aproximava do fim, mas Jenny Han não me decepcionou! Fiquei completamente envolvida com esse livro, no entanto meu favorito ainda é "O verão que mudou minha vida".

.:: RECOMENDO ::.
Minha Avaliação: ★★-> Ótimo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário