Tecnologia do Blogger.

11 de dezembro de 2012

RESENHA: Zumbis x Unicórnios – org. (Holly Black e Justine Labalastier)

Zumbis x Unicórnios org. Holly Black e Justine LabalastierScott Westerfeld, Meg Cabot, Diana Peterfreund, Cassandra Clare, Garth Nix, Alaya Dawn Johnson, Naomi Novik, Carrie Ryan, Margo Lanagan, Maureen Johnson, Kathleen Duey, Libba Bray
  • Editora: Galera
  • ISBN: 9788501095756
  • Ano: 2012
  • Páginas: 388
  • Gênero: Fantasia, Contos;
  • Onde comprar:




Zumbis x Unicórnios trata-se de uma coletânea de contos, onde cada autor pertence a um time: Time Zumbi ou Time Unicórnio. Diferente do que a capa transmite, não há um confronto direito entre os times.


Vemos um pouco de tudo no decorrer dos contos, desde unicórnios assassinos à zumbis com certa inteligência e capazes de ate se apaixonar. Claro que não poderia faltar os clássicos zumbis sedentos por carne humana e miolos, e também unicórnios fofos e poderosos.

Em cada conto mergulhamos em uma aventura diferente e sem perder o clima de diversão. As introduções de cada conto feito pelas autoras Holly Black e Justine Labalastier são impagáveis! Elas criam um clima descontraído mas sem deixar de lado o fogo da disputa. E em meio uma alfinetada e outra elas me arrancavam algumas risadas.


Contos:

A Mais Alta Justiça, por Garth Nix: Acho esse o mais fraquinho de todos. Ele conta sobre uma princesa que teve sua mãe envenenada pela amante do rei e que foi traga de volta a vida por um unicórnio (representando a mais alta justiça), porém num estado "morta-viva" apenas para realizar seu desejo de dar um último beijo no rei.


Love Vill Tear Us Apart, por Alaya Dawn Johnson: Um conto muito bom e bem escrito que mostra o amor homossexual entre um zumbi e um humano. Aqui esse zumbi é diferente dos que conhecemos, ele é capaz de controlar seus instintos e não se parece muito com um morto-vivo. Porém sempre chega a hora em que ele precisa se saciar.


Teste de Pureza, por Naomi Novik: Totalmente hilário! Para resgatar os filhotes de unicórnios das mãos de um poderoso mago, um unicórnio busca a ajuda de uma garota não-virgem (ignorando toda uma "tradição" que diz que unicórnios só podem se comunicar com garotas virgens) que está de ressaca em um banco do parque. Um conto bem simples com ótimas tiradas, eu adorei!


Buganvílias, por Carrie Ryan: Um conto muitíssimo bem desenvolvido! Após o apocalipse zumbi, o pai de Iza se muda para uma ilha com sua família e lá ele se torna um poderoso e impiedoso homem. Acontece que os zumbis não são os únicos que eles devem temer.


Mil Flores, por Margo Lanagan: Pense em um conto confuso. Agora multiplica. Um jovem estava na floresta se "aliviando" quando um unicórnio o atrai ate o corpo de uma mulher desmaiada. Ela é uma princesa e o rapaz é confundido com seu agressor... Então as coisas desandam de vez.


As Crianças da Revolução, por Maureen Johnson: Muito legal esse conto. Um jovem vai para a Inglaterra e acaba indo trabalhar para uma atriz muito rica (já dá para sacar quem é essa atriz) como babá de seus filhos que não são nada normais. Super divertido e com ótimo final (de certa forma).


O Cuidado e a Alimentação de seu Filhote de Unicórnio Assassino, por Diana Peterfreund: Adorei esse conto. Sério! Nunca li nada da Diana e sua mitologia, narração e  personagens me conquistaram totalmente. Os unicórnios aqui são um tanto diferentes, para simplificar: terríveis criaturas assassinas. Contra todos os alertas a jovem Wen, que tem certa habilidade indesejável e perigosa, salva a vida de um filhote de unicórnio e agora ela precisa mantê-lo escondido de todos.


Inoculata, por Scott Westerfeld: Outro de meus contos favoritos. Num mundo tomado por mortos-vivos, um grupo de sobrevivente vive cercado por grades e treinam constantemente para um possível ataque. Mas o novo rumo que Scott dá é muito bom e um tanto surpreendente.


Princesa Bonitinha, por Meg Cabot: Também gostei desse. Com uma protagonista nada popular e seu melhor amigo que de repente começou a despertar seu interesse, as coisas ficaram ainda mais divertidas quando ela recebe um unicórnio (totalmente tradicional) de presente de aniversário, eles estavam extintos ate recentemente quando a clonagem aconteceu. Mesmo torcendo o nariz para o novo presente, Princesa Bonitinha vai ser mostrar bastante útil. Com a tipica rixa entre adolescentes, um pouco de romance e muita diversão, esse é um conto bem ao estilo Meg mesmo.


Mãos Geladas, por Cassandra Clare: Gostei da época e mitologia desse conto. Uma pequena cidade foi amaldiçoada onde algumas pessoas quando morrem acabam voltando, porém como zumbis, não aqueles irracionais e sedentos por carne humana, mas ainda assim zumbis. E como sempre tem uma história de amor e também um pouco de politica.


A Terceira Virgem, por Kathleen Duey: Um pouco doido mas nada ruim. Narrado por um unicórnio solitário por nunca conhecer nenhum de sua especie já tentou diversas vezes se matar, seu único consolo é quando encontra uma virgem (coisa rara) para compartilhar seus lamentos e talvez ajuda-lo a partir de vez.


A Noite do Baile, por Libba Bray: O fechamento perfeito para essa coletânea! Uma cidade cercada para evitar as contaminações com os zumbis, e povoada apenas por jovens que desempenham como podem as funções dos adultos para manter as coisas em ordem. Mesmo com a comida escassa e os dias contados eles não deixam de fazer o baile da escola, que talvez possa ser o último.


----

Não vou mentir, prefiro muito mais histórias com zumbis! Porém não acho que o time zumbi seja o melhor, nem tão pouco o time unicórnio. Meus contos favoritos meio que se equilibram. Ambos tem contos bons e ruins, e cumpriram seu papal: Entreter! 

Uma leitura divertidíssimas e bem variada, só não espere algo extraordinário  pois são contos bem simples. ...E você? Qual time escolhe?


Minha Avaliação: ★★★☆☆ -> (3.5) Bom!




10 comentários:

  1. Oi Cel :D

    Já li Zumbis X Unicórnios e devo dizer que dei 4 estrelas , também achei alguns contos confusos e concordo com você sobre o conto do Garth , sou do time unicórnio o conto da Meg e a Diana me conquistaram então não tem jeito beijos , adorei a resenha :D !

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Quem é a atriz famosa?
    òtima resenha, já estou com esse livro nos desejados há tempos!

    ResponderExcluir
  3. Gostaria muito de ler esses contos....estou bem curiosa..pena que o preço é salgado!

    ResponderExcluir
  4. Eu acho que esse livro é bem legal, mas eu ainda não tenho ele.

    Beijos, Juliana.
    http://bloggirlpop.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ler esse livro, porque pelo que parece os contos são engraçados, nunca li nada de zumbi com esse genero. :D

    ResponderExcluir
  6. Interessante o livro ser uma coletânea de contos,organizado por autores consagrados,curiosa para ler e ver de qual time cada autor é.Já vale por ser uma leitura divertida!

    ResponderExcluir
  7. Eu quero muito ler esse livro parece ser muito bom mesmo! Adoro zumbis e unicornios so... O blog é muito bom!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. já li algumas resenhas sobre esse livro , mas naum gostei , naum faz muito meu estilo ! parabens pelo blog adorei !

    ResponderExcluir
  9. muito bom, pela resenha esse livro deve ser maravilhoso...

    ResponderExcluir
  10. Oi, Cel!

    Esse não é o tipo de livro que gosto, mas sua resenha ficou muito boa!

    Um beijo.

    ResponderExcluir