Tecnologia do Blogger.

23 de novembro de 2011

RESENHA: Como Proust Pode Mudar Sua Vida – Alain de Botton

Como Proust Pode Mudar Sua Vida do autor Alain de Botton
  • Editora: Intrínseca
  • ISBN: 9788580570946
  • Ano: 2011 
  • Páginas: 256
  • Gênero: Filosofia, Ensaio, Não-Ficção;
  • Onde comprar:

Oi gente,
Hoje vou falar de um livro um "pouquinho" diferente dos resenhados aqui no blog. Apesar de não parecer chamar muito a atenção de alguns leitores, para mim Como Proust Pode Mudar Sua Vida foi uma grande descoberta de leitura.

Sabe quando a gente se cansa um pouco de ler tanta ficção-fantasia?! Então. É bem proveitoso ler as vezes algo diferente. E não me arrependi, Alain de Botton é um escritor incrível! =D


– Em 'Como Proust pode mudar sua vida', Alain de Botton destaca sábios conselhos contidos na obra e na correspondência de Marcel Proust (1871–1922), autor do monumental Em busca do tempo perdido. Com bom humor, busca em seus personagens o que considera as “qualidades terapêuticas do romance literário” e reflexões sobre o trabalho, o amor, a vida em sociedade e o significado da existência humana. Compartilhando o ódio de Proust a todos aqueles que abreviam emoções ou sentimentos, Botton zomba do jornalismo, imaginando o quanto a literatura perderia se seus temas fossem tratados como as breves notícias consumidas durante um café da manhã. – 


Uma leitura bastante agradável!
Não se trada de um livro de auto-ajuda (graças! rs.) mas sim de um ensaio, com um lado mais filosófico e um olhar critico que no geral chega ser até bem engraçado em algumas situações da vida de Proust. 

Como Proust Pode Mudar Sua Vida me conquistou desde suas primeiras páginas. Mas é um livro para se ler com calma, pensar sobre as ideias propostas. E por sua uma linguagem leve e bem humorada se torna uma leitura fácil (a seu modo).

Minha Avaliação: ★★★★☆ -> Muito Bom!


:: Sobre o Autor ::
Observador crítico do cotidiano, o filósofo Alain de Botton faz uso da literatura para responder a algumas das expectativas mais básicas da humanidade. Eruditos — contudo acessíveis —, seus livros de ensaios abordam temas ligados à filosofia da vida cotidiana, como o amor, a arquitetura e a literatura, assim como o inédito Religião para ateus e a reedição Como Proust pode mudar sua vida.


11 comentários:

  1. boa pediDA QUERIDA! Muito bom saber e é muito bom alternar os tipos de leitura rs grato ler sua resenha. beijos Cel sumida do meu blog que agora tem gravações de todos os últimso textos postados.

    ResponderExcluir
  2. Eu podia jurar que era auto-ajuda, a capa lembra os clássicos!

    ResponderExcluir
  3. Sinceramente, fique interessado pelo livro, e tá muito barato, também xD
    é verdade, tem momentos que a fantasia pode ser cansativa, e precisamos ler um pouco mais sobre realidade, sobre a filosofia aplicad ao dia a dia da gente...

    Vou procurar saber sobre o livro xD

    valeu pela dica

    grande abraço!


    @Pedro_Almada
    http://inspirados-oandarilhodotempo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. É bom fugir da "rotina literária" de vez em qdo neh?! rsrs.
    Parece um ótimo livro!
    =0)

    Bjo.

    ResponderExcluir
  5. Obrigada, Rafa!
    Desculpa ter sumido do seu blog, mas semana passada foi uma correria só... nunca li tantos livros em apenas uma semana. rs.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. O titulo é exatamente a cara de auto-ajuda mesmo, Marcinhow, rs.

    Mas ele é bem filosófico só que com uma linguagem leve e bem humorada. Eu que nunca tinha lido algo do tipo adorei! =)
    Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Oi Pedro,
    Procure mesmo, acho que você vai gostar =)

    Ahh, você falou exatamente o que pensei quando estava lendo: "...filosofia aplicad ao dia a dia da gente...". Esse livro acabou se mostrando (pra mim pelo menos) uma leitura muito proveitosa.

    Eu que agradeço a visita!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  8. E é um ótimo livro mesmo Dani! Mas tem que estar preparada para entender a filosofia abordada e ler com calma, mesmo sendo uma leitura bastante fácil. ^.^

    Bjs.

    ResponderExcluir
  9. Gosto muito de livros que tenham como idéia um filósofo ou pensador. Vou buscar este livro... :)

    ResponderExcluir
  10. Oi Celsina!

    Olha é diferente do que eu tinha imaginado - fora que também pensei que fosse "difícil", me interessou, é tão bom diversificar.

    Bjus

    ResponderExcluir
  11. Outro dia estava me dirigindo ao centro de Poa/Rs e enquanto isso no coletivo fazia a viajem e aproveitava para me deliciar com Botton..( me sentindo íntima..rsrsrrs). Quando fui pega de surpresa;
    - Lendo Auto-Ajuda moça? Esses livros não ajudam em nada,devia ler Machado de Assis, isto sim seria uma leitura de qualidade.
    Estalei os olhos e pensei morri e acordei no inferno, estou no calvário e ou sendo crucificada. Estupeficada - Como assim?
    E a Senhora me veio com várias teses e opiniões inclusive justificando que fora professora de língua portuguesa e sentia um grande empobrecimento cultural no decorrer dos anos e que este fato muito se devia a autores desqualificados.
    Bom minha resposta foi que respeitava a opinião dela e que apesar de saber que sim existem livros que não me interessam, nem por isso desqualifico o trabalho de quem eu não conheço e que Alain de Botton é um escritor incrível e que não somente escritor é um Filósofo, mas que contudo mesmo que a minha literatura fosse de Auto-Ajuda se me ajudasse estaria de bom tamanho também, afinal não entendo tal preconceito com este tipo de literatura. Livro é livro e tem pra todo gosto,amor,e toda ajuda é bem vinda.

    ResponderExcluir