Tecnologia do Blogger.

10 de fevereiro de 2010

Marley e Eu - John Grogan

Marley e eu A vida e o amor ao lado do pior cão do mundo
o livro Best seller que encantou a todos.

O jornalista e escritor John Grogan teve como base para o seu livro uma história real:
O casal inexperiente John e Jenny tem pretensões de terem filhos, mas após o desastre da planta que morreu por excesso de cuidados, ou melhor, excesso de água, proporcionou ao casal certa desconfiança para a criação dos futuros filhos, então optaram pelo método de terem uma cobaia um mascote. Foram em busca de um cãozinho nos classificados e encontraram uma fazenda que vendia filhotinhos de labrador. Labrador para John e Jenny era a raça perfeita, dócil, adorável, fiel, tem facilidade para aprender truques, famoso por guiar cegos, enfim, uma infinidade de qualidades que fizeram o casar optar pela raça, levaram o labrador mais esperto da ninhada, não sabendo eles que esse cãozinho a primeira vista adorável sofria de uma doença que mais tarde explicaria todo o seu desastrado lamentável comportamento.

Marley rapidamente cresceu e se tornou um gigantesco e atrapalhado labrador de 44kg, um cão como nenhum outro. Ele arrebentava portas por medo de trovões, rompia paredes de compensado, babava nas visitas, apanhava roupas de vários vizinhos e comia praticamente tudo que via pela frente, incluindo tecidos de sofás e jóias. Marley inclusive foi expulso da escola de adestramento por ter ridicularizado a treinadora e começado incentivar os outros cães a se comportarem da mesma forma.
P.S: O passeio pela Praia dos Cachorros é um dos momentos mais engraçados.

Mas, acima de tudo, o coração de Marley era puro. Da mesma forma que ele recusava alegremente qualquer limite ao seu comportamento, seu amor e lealdade também eram ilimitados. Sempre conquistava corações ao mesmo tempo em que bagunçava a vida de todo mundo. Por todo esse tempo ele continuou firme, um modelo de devoção, mesmo quando sua família estava quase enlouquecendo. Eles aprenderam que o amor incondicional pode vir de varias maneiras.


Uma história totalmente emocionante e verdadeira!
Esse foi mais um livro pelo qual eu me apaixonei. Foram 304 páginas que me deixaram interessada pela leitura. Indico a todos que leiam.

O leitor consegue adentrar a história, pois ela é envolvente, sei que muitas pessoas enlouquecerão no decorrer da história e pensão “porque esse casal não esgana doa logo esse cachorro”; mas eu não, como a devotada protetora dos animais que sou, lia atentamente cada pagina vendo as trapalhadas de Marley em minha frente e rolava de rir, porque mesmo sendo um desastre total ele conseguia ser mais fofo.

Com um texto sincero e bem humorado, John Grogan narra como foi a vida de sua família ao lado do pior cão do mundo. O leitor irá rir e se divertir com as travessuras de Marley. Marley foi um companheiro leal e fiel, esteve presente nos maus e bons momentos da família Grogan. Ficava triste quando o casal estava triste, como se ele entendesse o que se passava na vida de seus donos, também partilhou dos momentos felizes, Marley deu alegria a casa, um cão super ativo que não deixava ninguém parado. Mesmo dando trabalho e deixando seus donos loucos, Marley lhes ensinou a apreciar as coisas simples e a importância do amor incondicional. É praticamente impossível não se comover com a história desse endiabrado e simpático cachorro.
Os comentários e reflexões do autor sobre os acontecimentos narrados dão um brilho especial ao livro. Ao fornecer informações, humanizar as atitudes de Marley ou ao contar os medos e sonhos de um pai de família, John Grogan cria uma cumplicidade com o leitor. E se o leitor teve ou tem um cachorro irá se identificar bastante com a história.

“Marley e Eu” extrapola os sentimentos de qualquer leitor, não adiantando segurar as lagrimas, pois elas inevitavelmente virão. Quase no final tive que para a leitura duas vezes porque as lagrimas embaçaram tudo. Mas o livro não é de todo triste, foi bem divertido acompanhar as trapalhadas de Marley, apenas na sua velhice que não consegui conter as lagrimas, faz parte e eu me entreguei à história, é um bom ótimo livro!

.:: RECOMENDO ::.

Minha Avaliação: ☆☆☆☆☆ -> Excelente!
ღNa Lista Dos Meus Melhores De 2010!


(John Grogan e seu cão Marley)

O que eu queria contar era como este animal tocara nossas almas e nos ensinara algumas das lições mais importantes de nossas vidas. "Uma pessoa pode aprender muito com um cão, mesmo um cão maluco como o nosso", escrevi. "Marley me ensinou a viver cada dia com alegria e exuberância desenfreadas, aproveitar cada momento e seguir o que diz o coração. Ele me ensinou apreciar coisas simples – um passeio pelo bosque, uma neve recém-caída, uma soneca sob o sol de inverno. E enquanto envelhecia e adoecia, ensinou-me a manter o otimismo diante da adversidade. Principalmente, ele ensinou sobre a amizade e o altruísmo e, acima de tudo, sobre lealdade incondicional." (p. 291-2)

23 comentários:

  1. eu tbém adoreiiii esse livrooooo XD

    ResponderExcluir
  2. Oi querida!
    Eu também adorei este livro.O Marley é inesquecível e no final, não consegui segurar as lágrimas.

    Bjinhos*

    ResponderExcluir
  3. Sempre tento ler esse livro, mas não sei o que acontece que nunca dá certo! hehehe
    Beijos
    Camila

    ResponderExcluir
  4. eu vi o filme antes e lê o livro por isso desanimei .
    bjokasss

    ResponderExcluir
  5. Olá! Também gostei muito do livro. Postei recentemente no meu blog :) Passa lá!!

    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cel!!

    Eu li esse livro pela metade... depois por falta de tempo - monografia - eu abandonei. Tenho que retomar a leitura mas coloco sempre outros na frente!

    bjsssssss

    ResponderExcluir
  7. Lindo esse livro, morri de rir com as coisas que Marlye fazia e chorei nos momentos de perda...

    ResponderExcluir
  8. Olá..

    Nossa, eu apenas assisti ao filme (o qual adorei, gente que gracinha o Marley, queria tanto um pra mim...até chorei!) mas confesso que após sua resenha e esse post super informativo e organizado fiquei morrendo de vontade de ler ;)

    Bjinhus...

    ResponderExcluir
  9. Ei Cel,
    Eu já li umas três vezes rsrsrs, amo de paixão e choro em todas :P

    Amei esta imagem do marley q vc colocou ;)

    bjoo

    ResponderExcluir
  10. olá!!

    Eu também adorei este livro...ri e chorei em muitos momentos...e por incrivel que pareça o filme sobre o livro também ficou muito bom...

    beijos

    ResponderExcluir
  11. Eu sempre espero a tempestade voltar a ser chuva para me molhar. Não li e nem assisti ehehe mas quem tem um animalzinho destes incondicional e empático sempre aprende mais sobre a vida e humildade. Belíssimo post bela, sumiu por quê? beijos ótimo rstinho de semana

    ResponderExcluir
  12. Esse livro é uma maravilha, lindo...e pra quem tem cachorro ai é que a paixão aumenta, é o meu caso.

    Eu li também - A arte de correr na chuva.

    É um livro brilhante.



    abraços

    Hugo

    ResponderExcluir
  13. Esse livro é muito lindo! Nossa me identifiquei com um monte de coisas que aconteceu com o John e o Marley. Amo cães, sou suspeita para falar.
    Parabéns seu texto está ótimo.

    ResponderExcluir
  14. Bi...
    eu li o livro inteirinho pensando em Pingo!
    =D

    ResponderExcluir
  15. Eunão o li ainda - apesar de ele estar na minha estante me agurdadno! Mas vi o filme. Chorei. Chorei! E pela primeira vez em 8 anos de relacionamento com meu noivo, eu o vi chorar. Seu post está surpreendentemente maravilhoso.

    Bjjjs!

    ResponderExcluir
  16. Já vi falarem tão bem desse livro que já decidi que ele vai ser minha proxima leitura..
    Adorei o post, super completo...
    XD

    ResponderExcluir
  17. Cel. Marley & Eu é lindo. Realmente uma lição de vida. Porém, não é desmerecendo o livro, acredito que Dewey é bem melhor. Teve uma época, pós-Marley que as editoras tiveram um surto literário de memórias sobre seus donos e animais, e confesso achar essas "ondas" ridiculas.
    Mais, mesmo Dewey ter sido lançado aqui no Brasil, acho, quase dois anos depois de Marley, a capa dele me chamou a atençao. E a lição de vida, de como um "simples" gato, conseguiu mudar pelo menos um pouco de quase toda uma cidade e país, até o mundo!
    É fantástico.

    Agora no final desse meu comentário estou me perguntando, sim, mais e o que isso tem a ver com a sua resenha?

    Acredito que é o modo ocmo Dewey mexeu comigo. Muito mais intensamente de que Marley.

    Beijos.

    Leo
    www.upidupi.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Gente
    Td bem?
    Ainda não li o livro, mas já vi o FILME!
    Foi bem engraçado, gostei.. kk

    =)

    PS: desejo a todos vocês um feliz DIA-DOS-NAMORADOS (espero que todos já encontraram a sua outra metade..), um óptimo CARNAVAL, com muita diversão, festa e tudo que se pode querer!! Aproveitem essas MíNI-FÉRIAS para relaxarem da escola/ trabalho!!

    =)

    Visitem, comentem, sigam e aproveitem o meu blog:
    http://malucosdaleitura.blogspot.com/
    ...
    ♥ ... Bem sei que me AdoraM ...♥
    ...
    Bj

    ResponderExcluir
  19. Oi Cel,
    Obrigada pela visita. Adoro seus comentários !
    Quanto ao livro Marley e Eu . Eu não li porque perdi o Mel , meu cachorro-filho e tenho medo de me lembrar dele e chorar horrores.
    Eu amei sua resenha !
    Beijos.
    Luka.

    ResponderExcluir
  20. Oi

    Tem um SelinhO pr Você no meu BloG!

    =)

    Visitem, comentem, sigam e aproveitem o meu blog:
    http://malucosdaleitura.blogspot.com/
    ...
    ♥ ... Bem sei que me AdoraM ...♥
    ...
    Bj

    ResponderExcluir
  21. Aaaaaah, caramba, é muito, muito bom!
    Chorei lendo!

    Dei de presente à minha amiga (:

    ResponderExcluir