Tecnologia do Blogger.

16 de maio de 2015

Na Minha Caixa de Correio #61


Ei, gente!
Aqui estou com vídeo novo, dessa vez mostrando os livros que chegaram em março. Dois livros foram compras que fiz na Saraiva online e fiquei de falar pra vocês os preços, que eu havia esquecido quando estava gravando. O primeiro foi O Diário de Anne Frank que estava por R$ 55,00, mas com desconto acabou saindo por R$ 33,95; e As Viagens de Gulliver que de R$ 31,00 ficou por R$ 26,35. Então é isso, espero que gostem do vídeo.

Ps. Adorei as dicas de vídeos que vocês deram! No próximo vídeo devo voltar com umas coisinhas diferentes. Beijoss!


Livros recebidos em março de 2015:

01. O Diário de Anne Frank por Anne Frank
02. As Viagens de Gulliver por Jonathan Swift
03. Dois Garotos se Beijando por David Levithan - { resenha }
04. A Teoria de Tudo por Jane Hawking - { resenha Minha Breve História }


15 de maio de 2015

RESENHA: Dois Garotos se Beijando – David Levithan



Dois Garotos se Beijando por David Levithan
  • Editora: Galera
  • ISBN: 9788501102096
  • Ano: 2015
  • Páginas: 222
  • Gênero: Romance;
  • Onde comprar:

Dois Garotos se Beijando é um livro diferente, assim como todos os livros do David Levithan, com sua narrativa um tanto poética e o enredo que de uma forma ou de outra irá te marcar.

O livro não tem capítulos, mas é dividido com pequenas interrupções quando a narrativa é cortada para acompanhamos outro personagem. Ele é narrado em terceira pessoa por uma geração que já morreu em decorrência da Aids – eles são meros espectadores, pressentem o que está para acontecer com nossos personagens mas infelizmente não podem interferir.

Os dois garotos se beijando são Harry e Craig. Esse não é um simples beijo, e sim um beijo que precisa durar 32 horas, 12 minutos e 10 segundos, pois eles estão tentando quebrar o recorde mundial do beijo mais longo, o que não deixa de ser também uma forma de protesto. Harry e Craig não são mais um casal, mas já foram um dia. Outros casais gays também aparecem na história, como Peter e Neil que já estão juntos a algum tempo e Avery e Ryan que acabaram de se conhecer. E tem também Cooper, ele está sozinho e passa suas noites criando vidas falsas online e conversando com homens que jamais conhecerá na vida real.

Alguns ainda estão se descobrindo e seus pais não fazem ideia de como eles são ou se sentem, e tão pouco irão aceitar quando descobrirem que seu filho na verdade gosta de beijar outros garotos. O livro trás um tema polêmico e tenta quebrar alguns tabus, além de explorar a leveza de se estar descobrindo o amor.

O foco nos livros de Levithan (também autor de Will & Will com John Green e Um Dia) são os jovens gays, e garanto que não é muito diferente acompanhar um romance entre casais homossexuais de um romance entre casais heterossexuais. Nós torcemos para que eles fiquem juntos do mesmo jeito, as brigas, inseguranças o amor, é tudo igual. Sou fã do David Levithan, simplesmente adoro o jeito que ele escreve, e em Dois Garotos se Beijando ele conseguiu me emocionar de várias formas.


.:: RECOMENDO ::.
Minha Avaliação: ✪✪✪✪-> Muito Bom!

13 de maio de 2015

Minhas Leituras #23 – Fevereiro 2015


Ei, pessoas! 
 
Gravei esse vídeo (junto com um book haul) no iniciozinho de maio, e só agora com a UESB de greve (isso, faculdade de greve = mais tempo para o canal e mais tempo pro blog também!!! Yeahh), que consegui postar aqui no blog. Ainda essa semana volto com mais um vídeo. Beijos e espero que gostem!



Livros lidos em fevereiro de 2015:

01. Uma Breve História do Tempo por Stephen Hawking – { resenha }
02. O Jardim Secreto por Frances Hodgson Burnett – { resenha }
Veja preços || Saraiva || Submarino
03. Tentação Sem Limites (Sem Limites#2) por Abbi Glines – { resenha }
04. Hamlet por William Shakespeare – { resenha }

28 de abril de 2015

RESENHA: Hamlet – William Shakespeare


"Há mais coisas no céu e na terra, Horácio, 
do que sonha a tua filosofia." - p. 36


Hamlet por William Shakespeare
  • Editora: L&PM Pocket
  • ISBN: 9788525406118
  • Ano: 2007 || Lançamento: Aprox. 1600
  • Páginas: 319
  • Gênero: Clássico, Tragédia;
  • Onde comprar:

Enfim li Shakespeare!

Quem ainda não leu suas obras, ou não tem costume de ler livros tão antigos, pode estranhar esse estilo de narrativa feita em forma de versos e prosas. – O livro é uma peça, então é diferente mesmo (o formato é um pouco parecido com "O auto da compadecida", que eu já havia lido, e adorado, a algum tempo), além da "arrumação" do texto o livro é dividido em atos e não capítulos. – Mas garanto que a "estranheza" logo passa. A leitura é realmente curiosa, pois é espantoso perceber que muito do que Shakespeare expõe se aplica a sociedade atual. 

"Tem algo de podre no reino da Dinamarca."


Inicialmente fui fisgada pela aparição do fantasma do rei Hamlet em busca de vingança, daí pra frente já estava inteiramente envolvida. Tanto encantada com a força e a veracidade das palavras, como curiosa com o desenrolar da obra, se Hamlet por fim conseguiria a sua vingança, ou se ele estava realmente louco e não apenas fingindo, e claro, como se daria tal desfecho.

Hamlet sofre com a morte do pai, o rei Hamlet, e o repentino casamento da mãe com seu tio, mas não demora a questionar se deve buscar vingança. Em meio a tantas dúvida Hamlet adquire uma dimensão psicológica confusa e passa a divagar sobre questões éticas e filosóficas. Pois, ele antes precisa ter certeza de que o seu tio Claudius matou mesmo o rei para usurpar seu trono, e só depois se ver diante de um outro conflito. Se deve, ou não, agir moralmente. 

“Ser ou não ser – eis a questão”

Hamlet tem um perfil muito parecido com o nosso, tão cheio de dúvidas e anseios. Não é difícil se identificar. Antes tive medo de não entender a obra e que por conta disso a leitura não engatasse, mas fui surpreendida, e não só gostei como também pude apreciar de fato cada parte dela. Hamlet foi apenas o meu primeiro contato com Shakespeare, e a experiência foi a melhor possível.

"A loucura dos grandes deve ser vigiada."

.:: RECOMENDO ::. 
Minha Avaliação: ✪✪✪✪✪ -> Excelente!


14 de abril de 2015

Na Minha Caixa de Correio #60


Olá pessoal, estou de volta com vídeo novo!! 

Dessa vez vou falar um pouco dos livros que chegaram em janeiro e fevereiro desse ano. Felizmente não tem nenhuma compra minha (ainda). Esqueci que a caixinha de correio é só para mostrar os livros, e eu acabei falando demais. Haha... Mas vamos lá, espero que gostem e me digam o que acharam, se vocês também já passaram por esse tipo de mudança quase radical em seu estilo literário e quais são os tipos de livros que estão lendo mais no momento?


Livros recebidos em janeiro e fevereiro de 2015:

01. Uma Breve História do Tempo por Stephen Hawking – { resenha }
02. Um Mais Um por Jojo Moyes – { resenha }
03. Vinte Mil Léguas Submarinas por Jules Verne
04. Drácula por Bram Stoker
Veja preços || Saraiva || Submarino
05. A Ascensão das Trevas (Queda dos Reinos #3) por Morgan Rhodes
Veja preços || Saraiva || Submarino
06. 13 Incidentes Suspeitos (Só Perguntas Erradas #2.5) por Lemony Snicket
Veja preços || Saraiva || Submarino
07. Diário da Seleção por Kiera cass

11 de abril de 2015

RESENHA: Eragon – Christopher Paolini



Eragon (Ciclo da Herança #1) por Christopher Paolini
  • Editora: Rocco
  • ISBN: 9788532518484
  • Ano: 2003
  • Páginas: 465
  • Gênero: Aventura, Medieval, Juvenil;
  • Onde comprar:

Eu tinha uma visão bem diferente desse livro (nunca li resenhas nem vi o filme). Eragon não é o belo dragão azul da capa (como eu imaginava), mas sim um jovem de quinze anos que após encontrar um ovo de dragão irá se transformar num dos lendários Cavaleiros do Dragão. O tal dragão da capa, que na verdade é ela, se chama Saphira. Se você adora livros de fantasia épica/medieval daqueles com mapa e tudo, onde o protagonista embarca numa jornada perigosa, viajando pelo mundo para alcançar seu destino e no caminho faz grandes amigos que enfrentam juntos muitas batalhas, é bem provável que também irá gostar da estória de Eragon.

Bastante parecido com o universo criado por Tolkien em O Senhor dos Anéis, Eragon se passa na terra de Alagaësia, com direito a elfos, feiticeiros, dragões, entre outras criaturas mágicas. Além de adquirir uma narrativa também muito similar a de Tolkien. Outra curiosidade é que muito de nosso protagonista Eragon remete a Luke Skywalker. Não estou dizendo que são pontos negativos do livro, pelo contrário, adorei tudo isso!

"A verdadeira coragem é viver e sofrer por aquilo em que você acredita."

Na fantasia de Eragon somos apresentados a um reino fictício antes protegido pela ordem de Cavaleiros do Dragão, mas há muito tempo eles foram dizimados e agora é o tirano Galbatorix quem governa o lugar. Ao encontrar uma pedra diferente, que mais tarde se mostrou ser um ovo de dragão de onde nasceu Saphira, Eragon que é apenas um jovem órfão do campo, se vê obrigado a fugir para se protegerem

Sua conexão com Saphira é muito bem explorada no livro, eles possuem uma especie de laço psíquico além de sentirem admirável carinho um pelo outro. 

Com a ajuda do "suposto" contador de histórias, Borm, eles embarcam numa aventura inicialmente em busca de vingança. Nessa jornada com muita luta e magia, Eragon irá encontrar o misterioso Murtagh e criaturas mágicas como o menino-gato Solembum e a elfa Arya, bem como o grande vilão desse livro, o Espectro Durza que sob ordens do rei o está caçando com o seu exercito de UrgalsO livro possui um bom desfecho e pontes para o próximo volume, Eldest, onde mais batalhas se aproximam, pois a jornada de Eragon e Saphira está só começando.

Por fim, o livro decepcionou em certos quesitos. Houve alguns momentos onde a leitura se tornou maçante, apesar de seu ar juvenil. Também não me senti cativada por muitos dos personagens, principalmente Eragon. Os que realmente gostei foram Murtagh e Saphira. Mas sendo justa, mesmo esperando muito mais achei que a leitura foi boa. 

Minha Avaliação: ✪✪✪->  Bom!

31 de março de 2015

RESENHA: Um Mais Um – Jojo Moyes



Um Mais Um por Jojo Moyes
  • Editora: Intrínseca
  • ISBN: 9788580576542
  • Ano: 2015
  • Páginas: 319
  • Gênero: Romance;
  • Onde comprar:

Meu primeiro contato com a Jojo Moyes foi em A Última Carta de Amor, e pensem em uma história triste... Gente é muito tocante! Tive medo de que Um Mais Um seria assim também, cheio de desencontros. Felizmente não é! O livro tem uma puxada mais para o cômico, apesar de deixar seu coração apertado algumas vezes. Os personagens têm suas dificuldades e estão lutando para superá-las. Tudo balanceado com certo humor. É bem uma comédia romântica/filme seção da tarde super bem vindo.

Um Mais Um é narrado em terceira pessoa, sendo que cada capítulo é apresentado pelo ponto de vista de um dos quatro personagens principais, onde acompanhamos a família de Jess, uma mãe solteira falida de 27 anos que aprendeu a fazer tudo sozinha, sua filha Tanzie uma garotinha gênio em matemática, e o adolescente gótico Nicky, filho de seu ex-marido com uma viciada, que Jess o tem como se fosse seu. E em paralelo a vida do empresário/geek milionário Ed de 33 anos que acaba se metendo em uma roubada só porque queria se ver livre da nova namorada pegajosa.

De maneira improvável seus caminhos se cruzam e a "aventura" dessas quatro pessoas mais um cachorro gigante, Norman, tem início por causa de uma competição de matemática. E lá estão, todos juntos, aprendendo a conviver com as diferenças e superando seus medos. O livro é MUITO FOFO com direito várias a situações divertidas e momentos que emocionam. 

Uma leitura simples e cativante que irá te envolver fácil, fácil


.:: RECOMENDO ::.
Minha Avaliação: ✪✪✪✪->  Muito Bom!