Tecnologia do Blogger.

21 de julho de 2015

RESENHA: Plutão – R.J. Palacio


Dando continuidade a Semana do Amigo, hoje é dia de conhecer Plutão, um livro simples e direto que vai mostrar que não podemos ser amigos só quando é conveniente para gente boas amizades valem um esforcinho a mais!


Plutão (Uma História de Extraordinário) por R.J. Palacio
  • Editora: Intrínseca
  • ISBN: 9788580577457
  • Ano: 2015
  • Páginas: 90
  • Gênero: Drama, Juvenil;
  • Onde comprar:

Com a mesma leveza e bom humor de Extraordinário, R.J. Palacio me encantou mais uma vez! Plutão faz parte do mesmo universo de Extraordinário. Dessa vez tendo o Christopher (Chris) como narrador.


No livro, que é na verdade um conto exclusivo em ebook, acompanhamos um dia na vida do Chris (amigo de infância do Auggie Extraordinário), mais precisamente um dia em que tudo parece estar dando errado. O interessante é que os capítulos se alternam com as lembranças de alguns momentos em que eles passaram juntos (o Chris e o Auggie).

Como seus pais são amigos de muito tempo, os dois são melhores amigos desde os primeiros dias de vida. É simples perceber que Chris adora o Auggie, e que também não é nada fácil ser amigo dele. Não porque Auggie seja desagradável nem nada disso já que ele é uma das pessoas mais encantadoras do mundo, o problema é que os outros insistem em só ver por "fora" e irem "julgando". Chris não se incomoda com a presença do Auggie, nem faz piadas sobre sua aparência ou se assusta a ponto de cair no choro como tantas crianças fazem, mas as vezes Chris entra em conflito, pois sabe que o caminho mais fácil é esquecer o Auggie e todo o drama que vem junto, só que uma amizade verdadeira assim vale o esforço.


AMO essas histórias de Extraordinário. O conjunto inteiro é sensacional. A narrativa é super agradável com personagens apaixonantes, e o enredo é daqueles te convencem e fisgam já nas primeiras linhas. É tudo simplesmente perfeito. O único problema de Plutão é ser apenas um conto, porque quando termina a gente insiste em querer mais. – R.J. Palacio, vamos fazer vários outros contos assim, que intercalam com pedacinhos da vida do Auggie e juntar tudo em mais um livro extraordinário?!!

Vale super a pena a leitura! E apesar das histórias serem bem independentes é interessante ler primeiro Extraordinário.

.:: RECOMENDADÍSSIMO ::.
Minha Avaliação: ✪✪✪✪ -> Excelente!

Outros livros do universo de Extraordinário:
 

20 de julho de 2015

5 Livros para o Dia do Amigo


Meus amigos, meus amores lindos!!
Nós aqui do Janela, juntamente com a Intrínseca, em comemoração ao lançamento de Plutão, mais um livro da R. J. Palacio (Extraordinário) estamos fazendo uma semana toda especial: a Semana do Amigo.

E para dar inicio a essa semana super animada, nada melhor do que um vídeo sobre alguns ótimos livros que têm tudo a ver com amizade. Então chegue mais e confiram essas 5 dicas de livros que eu trouxe hoje pra vocês! – E quem ficou curioso sobre o livro Plutão, amanhã eu volto contanto tudinho sobre ele. Beijos e espero que gostem... Feliz Dia do Amigo!!



01. Cidades de Papel por John Green - { resenha }
02. O Menino do Pijama Listrado por John Boyne - { resenha }
03. O Oceano no Fim do Caminho por Neil Gaiman - { resenha }
04. O Jardim Secreto por Frances Hodgson Burnett - { resenha }
05. Extraordinário por R.J. Palacio - { resenha }

19 de julho de 2015

RESENHA: Poética - Ana Cristina Cesar


Poética por Ana Cristina César
  • Editora: Cia das Letras
  • ISBN: 9788535923629
  • Ano: 2013
  • Páginas: 504
  • Gênero: Poesia;

Quem ousaria descrever doa Ana Cristina Cesar? Eu só arriscaria dizer que ela seria minha Leminski de óculos e saia, nada mais. Qualquer tentaria de definição, é mera especulação. Não me arriscaria analisar uma poeta que não se permite concluir, qualquer proximidade de um desfecho seria apenas uma armadilha para o leitor desavisado. Seria muito superficial tentar descrever a Ana C. como uma poeta do século tal, estilo marginal, que convivia com fulanos e beltranos. Ana é muito mais que isso, se estive aqui e agora, em corpo, poderia me falar do romance que teve e do romance que irá ter... ou simplesmente que a vida é muito rápida para se planejar... 

Na obra Poética (Cia das Letras, 2013), Armando Filho organizou obras já publicas e também alguns textos inéditos (Oficina). A obra surge após três décadas de sua morte. Mesmo que antigo e inédito, sua prosa e sua poesia ainda é devastadora. Ler poética é como entrar em uma relação, ou doa-se ou doerá. É suave e perigoso. 






Todas vezes que leio poesias tento marcar, guardar, sinalizar aquele trecho, página que me provoca, que me incomoda e me levanta. Marquei o livro todo. Garanto a vocês, não é fácil resumir, definir, entender Poética (leia um cadinho aqui). Gostei que a Cia das Letras também publicou imagens de seus manuscrito, faz com que fiquemos mais próxima da Ana C. É fascinante ver aquela parte onde ela riscou, cortou, grifou... Torna-se menos difícil entendê-la.    



Recomento a releitura, porque ler apenas uma única vez é impossível. Leiam, mas tomem cuidado, ela é viciante. 

14 de julho de 2015

RESENHA: Se Eu Ficar – Gayle Forman



Se Eu Ficar ( If I Stay #1) por Gayle Forman
  • Editora: Novo Conceito
  • ISBN: 9788581635415
  • Ano: 2014
  • Páginas: 224
  • Gênero: Drama;
  • Onde comprar:


Se Eu Ficar traz a história de Mia, uma violoncelista prodígio que após um acidente precisa escolher se quer ou não continuar viva. – Sim, mais um drama juvenil com muito sofrimento e melancolia que é o que parece estar pegando no momento.

Mia, nossa narradora é musicista clássica, enquanto os pais e o irmãozinho são roqueiros assim como o seu namorado Adam que toca em uma banda. Mia tem uma vida normal e cheia de problemas igual a toda adolescente, até que um dia tudo muda, o que era para ser um simples passeio de carro em família vira um pesadelo. Quando o acidente acontece Mia não sabe o que está havendo, até que ela se ver olhando para o próprio corpo caído na beira da estrada, então a realidade cai como uma bomba.

Não é spoiler, o livro inteiro gira em torno desse tal acidente que ocorre já nas primeiras páginas. A autora traça um paralelo do presente com uma Mia em coma acompanhando tudo sem ser vista ou ouvida, com o passado – mostrando suas relações com a família que são de dar inveja, o desenrolar de seu namoro com Adam e sua grande paixão pela música. A história toda é construída em cima das lembranças, já que no presente (que se passa em apenas um dia) acompanhamos uma Mia desolada tentando encontrar motivos para querer continuar viva e sair do coma. 


Logo no início o livro parece ser bem interessante. Essa coisa de acidente realmente me prendeu, mas de repente foi ficando chato, previsível e tão carregado de drama que eu só queria acabar logo com tudo isso. A autora buscou diversos caminhos para nos sensibilizar, e pelo jeito só não funcionou comigo. Achei a construção da história falha e essa narrativa não linear não ajudou nem um pouco.

Minha Avaliação: ✪✪ -> Regular! 
Não recomendo o livro. Quando ao filme, acho que pode estar bem melhor.

6 de julho de 2015

Na Minha TV: Sense8


Então pessoal, o Na Minha TV de hoje é para falar um pouquinho da nova série Original da Netflix (que estreou em junho): Sense8 – A minha queridinha do momento.

Não resisti e tive que vim aqui compartilhar minhas impressões dessa série que é nada menos que sensacional! E apesar de estar fazendo tanto alarde, Sense8, definitivamente não é uma série "fácil" (digamos assim) e com certeza irá incomodar muita gente. Cheia de ação e com conteúdo adulto que manda pro espaço o que alguns acreditam serem "os valores morais da família brasileira" – Calma que eu já explico isso.

Nela acompanhamos oito personagens espelhados pelo mundo, com histórias totalmente diferentes que se entrelaçam de uma forma surreal e fabulosa! 

Os Sensates – que não são seres humanos comuns, mas também não têm superpoderes nem nada disso. Eles possuem uma espécie de conexão que permite compartilharem a mente e/ou o corpo quando necessário. Não sabemos o porque ou como tudo começou, só sabemos que eles de repente começaram a compartilhar sua consciência. Na série é tudo tratado com tal simplicidade e esse negócio funcionou tão bem que eu não senti necessidade de maiores explicações (pelo visto nem os personagens). 

Esta é uma série sobre pessoas. Pessoas se ajudando. Nada de super heróis e essa coisa toda de salvar o mundo. Na verdade, eles precisam se salvar já que estão sendo caçados por outro tipo de sensate.

Criada por J. Michael Stracznski junto com os irmãos Wachowski (trilogia Matrix), Sense8 tem de tudo um pouco é uma ficção científica diferente: vemos cenas de sexo, e inclusive com pessoas do mesmo sexo (não se trata de uma série LGBT, a questão é que tem diversidade aqui), tem gente pelada, mostra até "tromba", mas também tem bastante ação e um organização secreta superdomal. Ah, e a trilha sonora é maravilhosa!



Os personagens: Tem em uma transexual lésbica, Nomi; um galã de novela mexicana que não pode sair do armário, Lito (que é também responsável pelas cenas mais engraçadas); Capheus, que dirige uma van em Nairóbi; Will, um policial de Chicago que está sempre pronto pra ajudar; Riley, uma DJ islandesa; Kala, a indiana prestes a se casar com alguém que não ama; e os meus favoritos: Sun uma coreana mestre nas artes marciais que sai sempre na porrada quando é preciso, e Wolfgang, o ladrão alemão especializado em cofres (e não foi por causa da "tromba" haha... gostei mesmo dele).



Sense8 é uma típica série que: ou você se apaixona logo de cara e não consegue largar, ou acha tudo uma tremenda palhaçada e não quer mais saber dela. Apesar de um pouco doida não deixa de ser extremamente viciante. Assisti aos 12 episódios numa sentada só.

29 de junho de 2015

#1 Maratona Literária 24h


Estava morrendo de medo mas... eu consegui!!

 Acabei caindo nessa loucura literária que é a Maratona 24h. Depois de muito tentada a fazer uma maratona desse tipo, por fim tomei coragem suficiente e aqui estou com o vídeo mostrando como foi minha primeira Maratona Literária que começou a meia-noite de sexta-feira, e decorreu por todo o sábado, 27 de junho. E aí, quem tem coragem pra encarar? Haha... é bastante cansativo, mas acho que consegui me virar bem. 

Vamos lá conferir como é que foi?  


Minhas escolhas:

01. Cem Anos de Solidão por Gabriel García Márquez
02. As Viagens de Gulliver por Jonathan Swift
03. Sob a Redoma por Stephen King
04. A Ascensão das Trevas (Queda dos Reinos #3) por Morgan Rhodes
05. Fundação (Fundação #1) por Isaac Asimov
06. Watchmen por Alan Moore, Dave Gibbons


17 de junho de 2015

BOOK HAUL: Na Minha Caixa de Correio #62


Ei, pessoal!

O vídeo de hoje é para mostrar todos os livros que eu recebi em abril. Teve alguma compras, outros foram de parceria e até livros que chegaram de surpresa. Espero que gostem!



Livros recebidos em abril de 2015:

01. Ordem (Silo #2) por Hugh Howey
02. O Mundo de Sofia por Jostein Gaarder
03. Cem Anos de Solidão por Gabriel García Márquez
04. O Amor nos Tempos do Cólera por Gabriel García Márquez
05. Crônica de uma Morte Anunciada por Gabriel García Márquez
06. Uma História de Amor e Toc por Corey Ann Haydu
07. Veneno (Encantadas #1) por Sarah Pinborough
08. A Viajante do Tempo (Outlander #1) por Diana Gabaldon - { resenha }
09. A Libélula no Âmbar (Outlander #2) por Diana Gabaldon