Tecnologia do Blogger.

27 de fevereiro de 2015

RESENHA: O Jardim Secreto – Frances Hodgson Burnett



O Jardim Secreto por Frances Hodgson Burnett
  • Editora: Penguin – Companhia
  • ISBN: 9788563560605
  • Ano: 2013 || Lançamento: 1911
  • Páginas: 344
  • Gênero: Clássico, Infantil;
  • Onde comprar:

Ahh, O Jardim Secreto! Quando criança eu vivia encantada com o filme e só agora pude finalmente conhecer o clássico, que apesar de infantil é uma leitura inspiradora


A narrativa tem seu foco em duas crianças estragadas por tanto mimo. Primeiro conhecemos Mary Lennox, uma garotinha intragável e cheia de birras que morava na Índia. Mary passou a vida sendo esquecida, antes pela mãe que só pensava em festas e agora por todos da casa após um surto de cólera que matou seus pais e fez todos da casa fugirem as pressas deixando a pobre garota sozinha. Após resgatada, Mary foi mandada para a Inglaterra, para morar numa casa imensa e vazia pertencente ao seu tio, o sr. Craven que após perder a esposa à dez anos tornou-se um homem solitário e infeliz.

"Ela tinha um rostinho chupado, um corpinho magricela, cabelo claro muito ralinho, e estava sempre de cara amarrada."

Até então Mary não tinha nenhum contato com a natureza, não tinha ânimo, nem mesmo brincava, e tão pouco comia. Mas na Mansão Misselthwaite a visão dessa "Mariazinha Enfezadinha" começa a mudar, ainda mais depois de descobrir da existência de um jardim proibido.

É maravilhoso acompanhar a evolução dos personagens, e é isso que acontece o tempo inteiro em O Jardim Secreto. Após mudarmos a visão que tínhamos da Mary, o foco da narrativa passa para seu primo Colin Craven, uma criança pessimista e cheia de chiliques, que nunca se levanta e as poucas vezes que saia do quarto era em uma cadeira de rodas.

Colin tinha medo de tudo e estava sempre doente, todos tinham que fazer suas vontades: "Eu fico doente quando me zango", –  ele dizia. 

Quando Colin conhece Mary e fica sabendo sobre o jardim secreto, passa a ser mais alegre. Ouvir suas histórias sobre o jardim, o pisco (um passarinho inteligente e com papel importante no livro) e Dickon, um garotinho "rústico" e também um encantador de animais, transformam Colin.

"A Mágica está sempre empurrando, puxando e fazendo coisas aparecerem do nada. Tudo é feito de Mágica..."

Essas crianças acreditam numa especie de fé em si mesmas, que elas chamam de Mágica, e o jardim secreto proporciona isto. O livro tem essa leve puxada para a fantasia e é exatamente o que faz dele tão inspirador, seja para crianças ou adultos. Uma leitura agradável e muitas vezes emocionante. 


.:: RECOMENDO ::.
Minha Avaliação: ✪✪✪✪ -> Ótimo!
Essa edição (assim como os outros clássicos da Penguin) está impecável, e apesar de não ter orelhas e ser de tamanho um pouco menor (20 x 13 cm) o livro não é de bolso – o espeçamento da fonte é bom e não cansa as vistas.


19 de fevereiro de 2015

RESENHA: Ensaio Sobre a Lucidez - José Saramago



Uivemos, disse o cão!

Ensaio Sobre a Lucidez por José Saramago
  • Editora: Cia das Letras
  • ISBN: 9788535904802
  • Ano: 2004 
  • Páginas: 328

Saramago era, sem dúvida, um homem a frente de seu tempo. É impressionante como ele era capaz de recriar as simples histórias dando maior clareza. Mostrando as coisas com, de fato, elas são.

Em Ensaio Sobre a Lucidez, ele discute sobre sobre falta da lucidez em que as pessoas possui ao votarem em branco. Neste livro, que se passa na capital de um país sem nome e com personagens sem nomes. Parece-se muito com nossa realidade, não sabemos em quem votamos, para gerir o que também não sabemos. É impressionante como somos cegos com nossa política.


Ao narrar as providências de governo, polícia e imprensa para entender as razões da "epidemia branca" - ações estas que levam rapidamente a um devaneio autoritário -, o autor faz uma alegoria da fragilidade dos rituais democráticos, do sistema político e das instituições que nos governam. O que se propõe não é a substituição da democracia por um sistema alternativo, mas o seu permanente questionamento. [Cia das Letras]


A metáfora canina que inicia a obra diz muito sobre nosso atual panorama político: "uivemos, disse o cão". É preciso começar a uivar, mostrar nosso sentimento sobre a nossa política. Estamos cegos ou satisfeitos?  

Recomendo não só a leitura, como também a re-leitura desta obra. Precisamos ter mais pensamentos  e reflexões críticas sobre nossa sociedade. 

Minha Avaliação: ✪✪✪✪✪ -> Ótimo!



8 de fevereiro de 2015

RESENHA: Uma Breve História do Tempo – Stephen Hawking



Uma Breve História do Tempo por Stephen Hawking
  • Editora: Intrínseca
  • ISBN: 9788580576467
  • Ano: 2015 || Lançamento: 1988
  • Páginas: 256
  • Gênero: Física, Não-Ficção;
  • Onde comprar:

Em Uma Breve História do Tempo, Stephen Hawking nós convida a refletir sobre os grandes mistérios do universo, como ele começou e se haverá um fim? Ele é ou não infinito? E o tempo? Como funciona essa quarta dimensão espaço-temporal? É possível viajar no tempo? Ou mesmo pegar atalhos, os chamados 'buracos de minhoca'? 

Fazemos um verdadeiro passeio pela evolução de nossos conceitos da física, desde os filósofos Aristóteles e Kant passando por Copérnico, Galileu, Newton entre outros físicos até chegarmos finalmente à física moderna: relatividade (do muito grande) e mecânica quântica (do muito, muito pequeno). Stephen Hawking ainda faz um apanhado geral, esclarecendo muitas ideias, sobre buracos negros, o big bang, a teoria das cordasas 4 forças fundamentais (gravidade, força fraca, eletromagnética e força forte) e uma teoria que possa unir todas elas.

Somos levados a pensar junto com o autor a respeito de questões cruciais do universo. Um prato cheio para admiradores da cosmologia e curiosos do gênero. O livro ainda conta com várias ilustrações e um glossário super bem vindo no final.

"Contanto que o universo tenha tido um início, podemos supor que houve um criador. Mas, se o universo fosse de fato absolutamente contido em si mesmo, sem contorno nem borda, ele não teria início nem fim: ele simplesmente seria. Nesse caso, qual é o papel de um criador?"

Apesar do quote acima, Hawking não discute questões religiosas nesse livro. Seu foco é tentar entender, jundo com o leitor, como o universo funciona.


"Hoje, ainda almejamos saber porque estamos aqui e de onde viemos. O desejo profundo da humanidade pelo conhecimento é justificativa suficiente para nossa busca contínua."


Uma leitura extremamente interessante e que vale a pena, mas não vou mentir que mesmo eu (uma formanda em física) tive certa dificuldade em acompanhar o raciocínio de Hawking e não recomendo-o para todo mundo

Ainda assim o livro é cheio de ideias interessantes (algumas sem tantos termos técnicos) que qualquer pessoa é capaz de admirá-las e até entendê-las (com um pouco de esforço). É claro que você precisa nutrir interesse pelo tema (e não seria ruim ter uma noçãozinha de física também). Por sorte assisto a muitos seriados do tipo 'Como funciona o universo' e cursei matérias como: evolução da física, estrutura da matéria, mecânica clássica, mecânica quântica e métodos matemáticos da física – que me ajudaram a compreender e absorver melhor todo conteúdo de Uma Breve História de Tempo. 

Minha Avaliação: ✪✪✪✪✪ -> Ótimo!


4 de fevereiro de 2015

RESENHA: O Lírio Dourado – Richelle Mead



O Lírio Dourado (Bloodlines #2) por Richelle Mead
  • Editora: Seguinte
  • ISBN: 9788565765268
  • Ano: 2013
  • Páginas: 424
  • Gênero: YA, Sobrenatural;
  • Onde comprar:

Bloodlines é a série spin-off de Vampire Academy que já está conquistando meu favoritismo. A narradora aqui é Sydney Sage, uma Alquimista numa missão de ajudar a esconder a vampira Moroi, Jill Dragomir. E foi assim que ela foi parar em um colégio interno na Califórnia fingindo ser parte de uma grande família tradicional junto com vampiros – criaturas que antes ela abominava e agora são seus amigosQuanto mais próxima fica de Jill, Eddie e especialmente de Adrian mais Sydney luta para não contestar toda crença depositada nos Alquimistas.

Em O Lírio Dourado Sydney sente que sua vida está finalmente se acalmando, ela até arrumou tempo para um namorado  Brayden, que é quase como sua alma gêmea, quase (definitivamente não gostei dele). Mas sem nem perceber começa a se sentir atraída por outra pessoa, alguém totalmente proibido para ela. Dessa vez um grupo de caçadores humanos ameaçam a segurança de seus amigos e sua lealdade aos Alquimistas. E como uma forma de evitar que pessoas se tornem Strigois, experimentos mágicos estão sendo feitos; o que para Sydney o mais assustador de tudo isso é que talvez ela seja a chave para destruí-los.



Apesar desse livro ter menos ação que o volume anterior, acabei gostando muito mais de O Lírio Dourado (
principalmente depois das revelações de tirar o fôlego no final!). 

Os personagens evoluíram bastante, principalmente Sydney. Adrian também ganha um foco maior. Aqui seu sarcasmo costumeiro vem acompanhado com um pouco de... Doçura? Talvez. O fato é que ele continua hilário, porém muito, muito fofo. Me apaixonei pelo Adrian e gostei ainda mais dele nesse livro, de longe o melhor personagem da Richelle Mead (eu posso até estar exagerando um pouco, ou não). 
"– A única verdade no que você acabou de dizer é a parte sobre ser a donzela dos contos de fada, mas só porque você é linda o bastante para ser uma. Não pelo resto. Tudo o mais que você acabou de dizer é ridículo. Você não é indefesa."
"– (...) Você me inspira em todas as ações, todas as palavras, todos os olhares."

Leitura mais que recomendada, mas, por ser um spin-off de outra série não aconselho lê-la primeiro ou ler as duas séries ao mesmo tempo, como eu estou fazendoBloodlines carrega vários spoiles de Vampire Academy, apesar de estranhamente não está me incomodando. 


.:: RECOMENDO ::.
Minha Avaliação: ✪✪✪✪✪ -> Ótimo!
Não deixe de conferir a resenha do primeiro volume: Laços de Sangue.


30 de janeiro de 2015

Os Melhores do Ano 2014



Pensando que eu iria esquecer de fazer Os Melhores do Ano de 2014? Né? Nã-não, aqui estou com vídeo novo pra mostrar quais foram as cinco leituras top top do ano passado. Li alguns livros muito bons em 2014, mas dessa vez preferi selecionar só os cinco melhores mesmo.

Chegue mais e venha conferir!



♥ TOP 5: Praga (Gone #4) por Michael Grant – {resenha}

♥ TOP 4: A Primavera Rebelde (Queda dos Reinos #2) por Morgan Rhodes – {resenha}

♥ TOP 3: Silo por Hugh Howey – {resenha}

♥  TOP 2: Trilogia O Senhor dos Anéis por J.R.R. Tolkien – {resenha}

♥ ♥ ♥ TOP 1: A Revolução dos Bichos por George Orwell – {resenha}

29 de janeiro de 2015

Projeto: 1 Página de Cada Vez – #1


Os livros interativos estão ganhando um espaço cada vez maior, e isso porque eles são realmente superlegais. Simplesmente estou amando esse negócio de pôr a mão na massa e deixar a criatividade tomar conta. 

Em 1 página de cada vez, por Adam J. Kurtz, ao invés de "destruir" o livro você irá construí-lo a partir de suas experiências, medos, sonhos e até as atividades mais corriqueiras podem ser registradas aqui. O livro tem 368 páginas para serem "preenchidas" no decorrer de um ano (uma por dia) como numa espécie de diário (só que ainda melhor).


Em cada página temos uma regrinha para seguir, e também tem aquelas páginas livres onde você apenas deixa o pensamento fluir. Recebi o livro de presente da
editora Paralela mês passado, mas só ontem que iniciei os trabalhos nele e já posso afirmar que é bem relaxante. O 
 difícil é se conter para fazer apenas uma página por dia.

Imagine só que legal poder ler as coisas que você escreveu/pensou/fez um ano atrás! Já estou empolgada com livro, então aos poucos vou dividindo com vocês minhas experiências em fazer 1 página de cada vez. Vamos começar?

26 de janeiro de 2015

Desafio Literário 2015: Dúvidas | Dicas | Participantes:




Olá pessoal, esse post é para esclarecer algumas dúvidas do Desafio Literário 2015, dar algumas dicas de livros recomendados que encaixem nos meses do desafio e também divulgar a lista com todo mundo que já está participando.


DÚVIDAS:
  • Um mês de tolerância: Ou seja, se por algum motivo o participante não conseguir ler o livro respectivo de algum mês ele tem até o final do mês seguinte para ler esse livro. Por exemplo: estamos no fim de janeiro e ainda não conseguiu ler o livro para esse mês, tudo bem. Você tem até o final de fevereiro para cumprir a leitura de janeiro. Isso vale também os outros meses.
*Caso tenham mais dúvidas é só deixá-las nos comentários que eu vou atualizando o post.

DICAS:
  • Janeiro  Primeira letra do seu nome:
Vou listar os livros que conheço que começam, cada um, com uma letra do alfabeto. ps. se alguém souber de algum livro com as letras X e Y avisem por favor porque não conheço nenhum.

Fevereiro  Febre: 

Tem muitos livros que viraram modinha ou que conseguiram alcançar muitas gerações, vou listar alguns que eu já li e recomendo.



Os clássicos de muito sucesso, que não são exatamente clássicos, mas que alcançaram muitas gerações. E não foi à toa que eles chegaram tão longe. Alguns exemplos são: meus favoritos 1984 A Revolução dos Bichos de George Orwell;  O Senhor dos AnéisHarry Potter As Crônicas de Nárnia.



Os livros que viraram modinha, ou seja, aqueles livros que alcançaram sucesso muito rápido no lançamento e que não sabemos se vai continuar assim:  Jogos VorazesFeiosA Culpa é das EstrelasA Seleção e  Os Instrumentos Mortais.


Julho 
 Para as telinhas:




Tem muitos livros que foram ou serão adaptados recentemente. Selecionei alguns que serão adaptações nesse ano: O Pacto com o título de 'Amaldiçoado; Cidades de PapelCinquenta Tons de Cinza que comecei a ler no ano passado mas acabei abandonando; Fallen e Perdido em Marte que quero muito ler.


Agosto  Animais a solta:




Livros com bichos na capa tenho aos montes, acabei escolhendo alguns dos meus favoritos: SandmanA Revolução dos Bichos A Sala dos Répteis Fúria Lupina América Central e  A Maldição do Titã.


Outubro  Halloween:



Alguns dos livros com caveira na capa que tenho em minha estante são: Sombras da NoiteFesta no CovilUm Trabalho SujoAristóteles e Dante descobrem os segredos do universo e O Inimigo de Deus.


Não tem como dar dica para os meses de: 

Março  Um puxa o outro...Abril  FavoritoMaio  Tiro no escuroJunho  Novos horizontesSetembro  E-bookNovembro  Desencalhando e Dezembro  De olho na lombada.


PARTICIPANTES:

Vamos agora conhecer os participantes do desafio desse ano, e quem ainda está em dúvida aproveite para se inspirar nas escolhas dos outros blogueiros.
* Se o seu blog não está na lista é só avisar que eu adiciono aqui.